Seja bem-vindo ao nosso site!

Missão


Trabalhar a conscientização do ser espiritual eterno, capaz de mudanças nos valores morais, a fim de colaborar na construção de um mundo melhor, sendo solidário e exemplificando a cidadania, através do trabalho voluntário.

Mensagem do Plano Espiritual:

Aos Obreiros do Senhor

Com a confiança mantida em Deus e os esforços conjugados no trabalho contínuo, suplicamos a Jesus nos mantenha nas mãos o trabalho produtivo das horas no planeta, ainda cheio de lágrimas.

Na condição de humilde jardineiro deste campo de amor, me coloco como trabalhador da última hora, reunindo as ovelhas do grande rebanho, para permanecerem unidas no aprisco do Senhor.

Com tantas influências que se definem no campo dos melindres, outras nas inseguranças, ainda outras na imaturidade do ser, a alma que se propõe a servir no terreno fértil desta casa se depara, inúmeras vezes, com testemunhos salutares que armazenam experiências imorredouras.

Não têm os trabalhadores da vinha, falta de teorização, mas sim, podemos assinalar a falta da vivência prática.

Ninguém conseguirá tornar-se mestre na escola, somente no campo da teoria dos conceitos. Aquele que sofreu na experiência vivida as reações da própria teoria que defende, poderá encontrar frustrações e até mesmo desânimo desagregador.

É momento de repensar nossa “casa de amor” para que ela prossiga dentro dos seus objetivos reunindo trabalhadores, conjugando com todos eles o verbo amar – dentro de todos os seus desígnios e tempo – ontem, hoje e amanhã.

Uma casa precisa permanecer unida para que o alicerce permaneça seguro sem trincaduras dos desafetos gerando incompreensões.

As tempestades surgem para a limpeza salutar da atmosfera terrena, mas as tempestades infrutíferas das incompreensões, podem ser evitadas com a vivência do Evangelho. “Servir, socorrer, reerguer e prosseguir”, eis o lema a ser analisado e vivenciado.

Florescer sempre após as estações no campo em que foi plantado é o roteiro que todo servidor deverá buscar.

Ser a árvore frondosa do Evangelho do Cristo, a ofertar a sombra amiga aos viajores cansados e sedentos, eis a missão primordial do Centro Espírita – ser o albergue da paz na escola sublime das almas.

Agradece,

Juvenal